Gamification: indispensável para a Educação Corporativa

Uma das maiores vantagens de se contar com a tecnologia para cursos de capacitação é a possibilidade de utilizar técnicas bem interessantes para estimular o aluno. Uma delas é a gamification (ou “gamificação”, de um modo abrasileirado), que é a transformação de algo em uma espécie de jogo, no qual o usuário cumpre com objetivos, recebe recompensas e sobe de nível a cada passo completado.

Mas como algo assim pode auxiliar na educação corporativa? De onde veio a ideia e quais os benefícios? Veremos a seguir:

 

Transformando a educação em um game

Se você ou alguém próximo de você possui algum contato com jogos de qualquer tipo, seja no computador, no smartphone ou no tabuleiro, você pode ter notado alguns padrões. A maior parte dos jogos possui objetivos finais e uma série de objetivos intermediários que oferecem experiência e recompensas que vão credenciar o jogador a avançar conforme a dificuldade vai aumentando. A ideia pode ser a mesma para o processo de aprendizagem, e é daí que partem os fundamentos da gamification.

Com a tecnologia, esse processo fica ainda mais interessante. Utilizando os recursos que uma plataforma EAD pode oferecer, por exemplo, a aprendizagem pode ser elevada a uma experiência absolutamente interativa e estimulante quando aliada à gamificação. As recompensas e marcações de objetivos cumpridos tornam-se literais pelos números, rankings, níveis e fases que podem ser apresentadas para medir o sucesso do aluno.

Por meio dessa técnica, o aluno é frequentemente desafiado a aplicar os conceitos teóricos nas atividades propostas, praticamente reunindo teoria e prática em um processo só e sendo motivado a continuar seguindo a trilha de aprendizagem para alcançar os níveis mais avançados”, exatamente como funciona em um jogo para computador ou celular, por exemplo.

 

Mensuração do sucesso

A aliança entre a gamification e a educação corporativa também proporciona uma mensuração muito mais concreta dos resultados por parte da empresa que fornece o curso, facilitando na gestão de talentos e na identificação das forças, fraquezas e até mesmo dos traços psicológicos de cada aluno. Isso acontece porque, enquanto no ambiente do jogo, é possível observar como cada pessoa reage a certos desafios e situações, como a forma pela qual ela responde a frustrações ou a elogios. Essas são informações preciosíssimas para o departamento de Recursos Humanos.

Esses pontos são interessantes inclusive para o próprio aluno, pois a gamificação permite que ele passe a se conhecer melhor, podendo melhorar nas áreas nas quais apresenta defasagem enquanto explora suas qualidades com mais intensidade. É benéfico, portanto, para todas as áreas envolvidas no processo de aprendizagem.

 

Plataforma de educação

Agora que você sabe o que é gamification e como ela pode potencializar a sua educação corporativa, que tal aplicá-la? Enquanto professor ou responsável por um curso, a sua missão é pensar nisso como se fosse um “designer de jogos”, pensando não só no que será ensinado, mas na experiência que o aluno estará tendo durante as lições, considerando desafios, níveis e recompensas.

A maneira mais rápida e eficiente é por meio de de uma plataforma dedicada à educação, como um LMS (plataforma EAD), que permite que você organize seu conteúdo em trilhas de aprendizagem e disponibilize-os como um curso no formato de educação a distância. Algumas plataformas, como a Plataforma Scaffold, por exemplo, utilizam a gamification em sua essência, tornando os cursos muito mais produtivos e interessantes para os alunos e tornando a visualização dos resultados muito mais clara. Para saber mais sobre LMS, leia este artigo.

Ficou com dúvidas sobre o assunto ou deseja aplicar o conceito na sua empresa?


Veja também

5 maneiras de amenizar o Turnover dentro da sua empresa

Uma alta taxa de Turnover, ou rotatividade de pessoal, pode afetar a lucratividade, produção e o ambiente organizacional dentro de uma empresa.

5 mitos ou verdades sobre a educação a distância

No dia Nacional da Educação a Distância, separamos alguns mitos e verdades sobre o tema.