PDCA: o caminho mais rápido para colocar sua Universidade Corporativa no ar

Algumas dúvidas podem surgir no caminho para efetivamente implementar um plano de educação corporativa ou curso a distância. Por exemplo: por onde começar? Quais os passos que devem ser seguidos? Como posso saber quais são os pontos que precisam de mais atenção ou melhorias? Em que estágio da minha produção de conteúdo eu preciso estar? Uma ótima maneira de trabalhar é utilizando o método PDCA, sigla para Plan, Do, Check and Act, que, em português, significa “Planejar, Fazer, Conferir e Agir”.

A principal característica desse plano é seu constante incentivo à melhoria do treinamento e ao desenvolvimento dos conteúdos, permitindo um rápido início das atividades de sua plataforma corporativa EAD por meio de textos focados nas necessidades do usuário/colaborador, para, somente mais tarde, evoluir para materiais de maior complexidade de produção, como vídeos, animações e games. Vamos detalhar cada uma das fases desse processo:

PDCA: o caminho mais rápido para colocar sua Universidade Corporativa no ar

 

Planejar

O primeiro passo é identificar quais são as necessidades do público-alvo da sua estratégia de educação corporativa. Colaboradores possuem necessidades diferentes de parceiros comerciais, e ambos possuem demandas diferentes de franqueados e clientes, por exemplo. Converse com as pessoas que formam o seu público, cruzando as informações obtidas com os objetivos da empresa e o que é esperado dessas pessoas. Você verá que nem sempre o pensamento dos entrevistados está de acordo com o planejado pela empresa, ou que existe no público uma falta de conhecimento sobre o assunto A ou B, que não estava no planejamento. É principalmente nesses pontos em que o conteúdo deve atuar.

Com a análise em mãos, você terá uma visão mais clara sobre quais são os primeiros assuntos que devem ser desenvolvidos para a sua Universidade Corporativa. Assim, o norte para a produção de conteúdos e para a construção das trilhas de aprendizagem fica definido, e você fica apto a considerar diversos aspectos importantes para o planejamento dos seus treinamentos.

 

Fazer

Após o planejamento, é hora de colocar a mão na massa. Com as informações reunidas no passo anterior, já é possível produzir seu conteúdo e suas trilhas de aprendizagem. Com isso, será possível observar na prática como está a performance do seu curso, por meio de uma seleção de usuários composta por membros de seu público-alvo. Comece por materiais de menor dificuldade técnica de produção, como textos que tenham em foco os assuntos identificados no planejamento e que façam sentido em uma sequência de desenvolvimento do curso.

DICA: Você tem muito mais conteúdo dentro da sua empresa do que imagina!

Sabe todas aquelas apresentações de indicadores e metas, o material que você utiliza para apresentar a empresa para novos colaboradores, as campanhas comerciais, etc? Tudo isso é conteúdo que você pode começar a colocar na sua Universidade Corporativa e melhorar com o tempo.

 

Conferir

Mais um passo da análise: quais foram os resultados alcançados pela turma piloto? Quais foram os ganhos com o treinamento e quais os pontos de melhoria percebidos? Como as aulas podem ser aprimoradas? O PDCA é uma ferramenta que busca a melhoria contínua e que também pode ser aplicado para o aprimoramento do processo de aprendizagem e, por isso, os atos de avaliar e revisar são tão importantes. Volte a conversar com as pessoas que passaram pela experiência e colete as impressões delas, verificando se seus objetivos estão sendo cumpridos e quais pontos ainda precisam de desenvolvimento.


Agir

Identificados os pontos de ajustes, é hora de adaptar o curso como for necessário e implementar a próxima fase da sua Universidade Corporativa. Como dito anteriormente, o PDCA é um método que proporciona melhoramento contínuo. Portanto, nunca deixe de observar e checar se existem novas demandas a serem cobertas pelo seu conteúdo. Estando sua plataforma em funcionamento por meio dos materiais escritos, você tem agora mais tempo para focar no desenvolvimento posterior dos treinamentos, possibilitando, por exemplo, a produção de vídeos, animações e até games, com mais tranquilidade e qualidade.

Após alguma rodadas de PDCA, sem perceber você conseguirá colocar todo o conteúdo necessário para o desenvolvimento dos seus colaboradores, assim como atividades interativas e muitos outros recursos.

E então? Vai continuar esperando ter tudo 100% preparado para começar?


Quais são os benefícios do PDCA?

Uma pequena lista de vantagens do método:

  • Agilidade para o início da aplicação dos planos;
  • Feedback rápido para alinhamento com os objetivos traçados;
  • Constante desenvolvimento do curso;
  • Diminuição dos esforços técnicos para produção do conteúdo inicial;
  • Eficiência no processo de compartilhamento do conhecimento corporativo;
  • Curso estruturado com foco nos resultados e no que proporciona maior aprendizagem para o colaborador.

A melhor maneira de aplicar o PDCA eficientemente no ensino a distância é contando com um software especializado, como o Scaffold Education (saiba mais sobre o que é um LMS clicando aqui). Além de ser uma plataforma que proporciona uma grande economia de tempo por já possuir uma programação pronta para ser utilizada sem conhecimento técnico de programação, com ela os conteúdos e atividades do curso podem ser organizados nas trilhas de aprendizagem a serem seguidas, disponibilizando o espaço para que o funcionário/parceiro/franqueado/aluno acesse e interaja com o conhecimento compartilhado. Essas ações são as fases de “fazer” e “agir” na prática. Mas, mais do que isso, o LMS permite a geração de relatórios e a visualização dos resultados alcançados, o que é de imensa ajuda para as análises necessárias nas fases de “planejar” e de “conferir”. Ou seja, o LMS agiliza e auxilia em absolutamente todas as fases do PDCA.

É hora de colocar a mão na massa! Aplique agora mesmo o PDCA para construir a sua Universidade Corporativa! Ficou alguma dúvida? Tem alguma outra reflexão ou sugestão?

Veja também

5 maneiras de amenizar o Turnover dentro da sua empresa

Uma alta taxa de Turnover, ou rotatividade de pessoal, pode afetar a lucratividade, produção e o ambiente organizacional dentro de uma empresa.

5 mitos ou verdades sobre a educação a distância

No dia Nacional da Educação a Distância, separamos alguns mitos e verdades sobre o tema.