Scaffold desenvolve projeto voltado à diversidade

Empresas de educação já possuem um papel-chave na sociedade, contribuindo com absolutamente todos os setores produtivos. Mas, algumas decidem ir ainda além. A Scaffold Education, por exemplo, decidiu que incorporaria ativamente os seus valores no dia-a-dia da empresa, e aplicou-os diretamente no trabalho. Surgiu, assim, a Trilha da Diversidade.

Para entender melhor, é importante frisar que um dos serviços da Scaffold é construir trilhas de aprendizagem: sequências de conteúdos organizados de modo pedagógico, com o objetivo de comunicar informações educativas aos seus usuários. Este produto é frequentemente empregado por, por exemplo, empresas que desejam capacitar funcionários e, por isso, geralmente possuem um aspecto muito mais prático e técnico.

A Trilha da Diversidade é uma trilha de aprendizagem como essas, mas com um foco humano, pensando do desenvolvimento de pessoas baseado no respeito às diferenças e opções de cada um. Profissionais da empresa de educação foram designados para essa missão, e estão empenhados em realizar um trabalho que, de fato, melhore as relações de trabalho e se reflita na sociedade.

O projeto e a proposta

A iniciativa, que partiu da própria diretoria, foi imediatamente abraçada pela designer de conteúdo Daiane Ribeiro, que coordena o projeto juntamente com a roteirista Aline Ferreira e o também roteirista Sillas Carlos. Todos eles trabalham na Scaffold desenvolvendo conteúdos educativos para os clientes Scaffold, e agora estão envolvidos também nessa missão.

Scaffold desenvolve projeto voltado à diversidade
Daiane Ribeiro, Aline Ferreira e Sillas Carlos

Algumas conversas sobre a ideia de desenvolver conteúdos com foco no respeito à diversidade já existiam internamente na empresa. Em entrevista, um dos integrantes do projeto, Sillas, conta que uma das situações que fomentou o assunto foi uma reforma que seria feita no escritório da Scaffold. A proposta era que o ambiente contasse com toaletes unisex, e houve um debate sobre isso.

Com o debate, percebeu-se a importância em seguir com a proposta de construir uma trilha que tocasse no tema, buscando especialmente consolidar uma cultura de empatia e respeito às diferenças pessoais na empresa.

Sillas destacou a preocupação em abordar as muitas faces da diversidade, expandindo o número de trilhas conforme o desenvolvimento do projeto: “queremos tocar em questões LGBT, raciais, de gênero, de etarismo, diferentes categorias que podem envolver o ambiente de trabalho”.

Ainda em fase de desenvolvimento, a proposta inicial é que a Trilha da Diversidade seja aplicada internamente na Scaffold. No entanto, conta Sillas, posteriormente pode tornar-se também um produto oferecido aos clientes que buscam uma cultura organizacional baseada no respeito às diferenças. “Mas sempre que um cliente se interessar pelo projeto, não vamos entregar algo engessado ou pronto, mas vamos construir uma trilha juntos de acordo com as necessidades”, frisa o roteirista.

Histórico Positivo

A empresa, aliás, já mostrou em outras oportunidades seu interesse em questões de inclusão social. Recentemente, foi patrocinadora do Fórum da Diversidade e do evento Liderança Feminina, ambos realizados pela ABRH-SP. Sillas destaca que “como empresa de educação, a Scaffold vê como missão não só construir profissionais tecnicamente competentes, mas também desenvolver pessoas melhores”.

Clique aqui e confira mais notícias da Scaffold Education.

Veja também

5 maneiras de amenizar o Turnover dentro da sua empresa

Uma alta taxa de Turnover, ou rotatividade de pessoal, pode afetar a lucratividade, produção e o ambiente organizacional dentro de uma empresa.

5 mitos ou verdades sobre a educação a distância

No dia Nacional da Educação a Distância, separamos alguns mitos e verdades sobre o tema.